Home / Destaque / Orlando Morando assina com CAF e confirma a retomada de obras em SBC ainda este ano

Orlando Morando assina com CAF e confirma a retomada de obras em SBC ainda este ano

O prefeito Orlando Morando assinou a contratação de crédito externo, no valor de US$ 125 milhões (R$ 394 milhões), junto à CAF

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, assinou no último dia 5, a contratação de crédito externo, no valor de US$ 125 milhões (R$ 394 milhões), junto à CAF (Corporação Andina de Fomento), garantindo a retomada de todas as obras inacabadas na cidade ainda neste ano. Inúmeros projetos foram deixados abandonados e com documentação travada pela antiga gestão do ex-prefeito Luiz Marinho (PT). Em agenda oficial na Capital Federal, o prefeito de São Bernardo formalizou toda a documentação necessária com o executivo sênior da CAF, José Rafael Neto. Ficou estabelecido que dentro de um prazo de 10 dias será enviada a primeira missão ao município que vai culminar no reinício dos projetos parados de infraestrutura, como o Corredor Leste-Oeste – via que ligará os extremos da cidade – e o Projeto Drenar – sistema de combate as enchentes, por meio do Piscinão do Paço e na região da Vila Vivaldi. A formalização da assinatura conclui todo o processo iniciado pela atual gestão de São Bernardo, que tratou com prioridade a retomada de todos os projetos que ficaram por anos abandonados na cidade. O ato de assinatura teve a presença dos secretários Delson José Amador (Transportes) e José Luiz Gavinelli (Finanças), a procuradora da Fazenda Nacional Ana Lúcia de Oliveira Gatto e o diretor representante da CAF, Victor Manuel Silvestre Rico Frontaura. “A boa gestão pública precisa ter bom planejamento. Propor a sua cidade início, meio e conclusão de todo e qualquer projeto. Quando assumimos a Prefeitura em janeiro, a situação apontava para um abandono dos serviços e uma série de problemas documentais. Mesmo sem orçamento e com muitas dificuldades, empenhamos muito esforço e que hoje premia o nosso trabalho”, pontuou Morando. “Para nós, a assinatura é extremamente importante. Primeiramente, porque a cidade precisa. As obras que estão relacionadas, de uma certa forma, atingem a população como um todo em setores importantes. Cumprimos o nosso papel de um banco de fomento”, explicou José Rafael Neto. Em agosto, o prefeito de São Bernardo esteve em Brasília participando da sessão do Senado, que deu, em plenário, a última autorização que o município necessitava para iniciar o processo de obtenção do crédito. “Foi um processo de trabalho, que avançou em cada um de seus obstáculos, como a Procuradoria Geral, Governo Federal”, acrescentou o prefeito. Antes, o município havia conquistado a autorização do Ministério da Fazenda e em junho, a Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), vinculado à Pasta de Planejamento, e o Banco Central do Brasil já haviam dado permissão para a operação. O município recebeu nota de risco de classificação B por parte do governo federal.

Leia também...

Juan Moreno Bianchi realiza vernissage na Pinacoteca de São Bernardo do Campo

Por Angélica Kenes Nicoletti A Pinacoteca de São Bernardo foi cenário do vernissage da exposição individual …

Falece ex-vereador Gilberto Frigo

No último dia 18, faleceu o ex-vereador Gilberto Frigo, de São Bernardo, aos 73 anos …

69 cidadãos com espírito autonomista são homenageados hoje às 10h na Edilidade

O poder Legislativo de São Caetano do Sul, outorga hoje (21), no Salão Nobre da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *