jul 15, 2017
1035 visualizado
0 0

Orlando Morando entoa compromisso em abrigar fábrica da Saab

Publicado por:

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando em reunião com o diretor da Saab, Bengt Janér

A Prefeitura de São Bernardo retomou nesta semana o diálogo com representantes do grupo sueco Saab, com foco na retomada do projeto voltado à produção de componentes para 36 aviões militares Gripen em território são-bernardense. O estreitamento com a empresa foi fortalecido em visita do diretor da empresa, Bengt Janér, ao gabinete do prefeito Orlando Morando, no último dia 11. Na oportunidade, o chefe reiterou interesse na retomada do projeto, travado durante a gestão anterior, e compromisso em dar continuidade às tratativas para definição de um local para instalação da fábrica na cidade. “Reforçamos a importância e, ao mesmo tempo, colocamos a Prefeitura à disposição naquilo que puder ser útil para ter essa indústria aérea na nossa cidade. Isso será de grande importância para o setor industrial e tecnológico”, afirmou o prefeito. A expectativa é que a definição do local para instalação da planta aconteça entre o segundo semestre deste ano e o primeiro semestre de 2018. Atualmente, uma equipe da Saab prospecta áreas com potencial para abrigar a unidade. “Estamos fazendo a análise final da sustentabilidade da planta, assim como outras questões que podem vir a maximizar a nossa relação com São Bernardo”, informou Bengt Janér. O projeto faz parte de um acordo bilateral entre a Saab e o governo brasileiro para a venda de caças, em um negócio estimado em US$ 5,4 bilhões. O contrato também engloba acordo de cooperação industrial, que inclui transferências de tecnologia à indústria brasileira pelos próximos dez anos. A proposta é que São Bernardo receba a produção da fuselagem dianteira e traseira, componentes das asas, portas do trem de pouso e equipamento de freios das aeronaves. “É uma boa composição para a montagem desse caça sueco, que tem parceria com o governo brasileiro na transferência de tecnologia. Nossa indústria poderá se apropriar da tecnologia e potencializar a produção destas aeronaves e de outros novos projetos”, completou Morando.

Categoria do Artigo:
Cotidiano · Destaque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.