Home / Destaque / Prefeito de SBC Orlando Morando antecipa pagamento do 13º salário para o dia 15/11

Prefeito de SBC Orlando Morando antecipa pagamento do 13º salário para o dia 15/11

O prefeito municipal Orlando Morando assina o adiantamento

Em mais um importante resultado conquistado, a partir do forte ajuste econômico feito pela Prefeitura de São Bernardo no início deste ano, os 21 mil funcionários públicos municipais (ativos e inativos) vão receber o pagamento integral do 13º salário já no próximo dia 15, em parcela única. A ação foi planejada pelo prefeito Orlando Morando e equipe de governo, que tinham como prioridade priorizar o pagamento integral de todo o funcionalismo público. O plano é inédito e destoa do cronograma administrativo da cidade até então, que destinava pagamentos em duas parcelas ao funcionalismo. No caso dos ativos, 50% do valor junto ao período de férias (ou em 30 de novembro) e o restante em 15 de dezembro. Para os inativos, as fatias ocorriam até 30 de junho e a segunda também até 15 de dezembro de cada ano. A Administração vai despender o montante de R$ 41 milhões, em valor líquido, garantindo uma conquista unificada a todos os servidores públicos, em um período de grave crise econômica no País em que a estagnação do crescimento perdura. O município foi gravemente afetado principalmente pela queda vertiginosa na arrecadação de receitas como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). “O que este ano proporcionou no cenário nacional é muito grave em termos de crise econômica, desemprego e desaceleração. Em São Bernardo, este reflexo foi sentido muito forte em razão de ser uma cidade de muitas indústrias e pelo fato de nos ter sido deixado, pela gestão anterior, um restos a pagar de R$ 200 milhões. Se não tivéssemos implementado um controle forte de gastos, a cidade entraria em um colapso”, pontuou Morando. De imediato a posse em São Bernardo, a gestão de Orlando Morando iniciou dez itens de contenção orçamentária. Dentre eles, o fim do aluguel da frota de carros oficiais, extinção de telefones corporativos, congelamento em 35% dos cargos comissionados e suspensão da verba para a realização do Carnaval. Além disso, o prefeito estabeleceu uma meta de conquistar descontos para a conclusão de todas as dívidas pendentes deixadas pelo governo anterior. A nova postura financeira em São Bernardo foi sentida logo a gestão completar 100 dias de trabalhos. Neste período foi contabilizado R$ 102 milhões em economia nos cofres públicos, mais de R$ 1 milhão por dia. “Quando iniciamos o desafio era gigantesco, mas sabíamos que precisa ser encarado de maneira forte. Tudo o que conseguimos com este plano foi garantir que os serviços e os funcionários não fossem afetados”, destacou.

Leia também...

Nº 1275– 18 de Novembro de 2017

Vereador Caio Funaki prestigia visita de alunos no Legislativo

Alunos da Escola Municipal do Ensino Fundamental Prof. Décio Machado Gaia compareceram às dependências da …

Sessão Solene da Consciência Negra é no próximo dia 27 às 19h

No próximo dia 27 de novembro, às 19 horas, por iniciativa da vereadora Suely Nogueira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *