ago 24, 2019
351 visualizado
0 0

Prefeito Orlando Morando conclui Piscinão do Paço

Publicado por:

Como presente de aniversário dos 466 anos de São Bernardo, o prefeito Orlando Morando entregou pronta uma das maiores obras contra as enchentes: o Piscinão do Paço. Este piscinão tem a capacidade para armazenar 220 milhões de litros de água de chuva foi entregue e segundo o prefeito foi uma obra para salvar vidas, em lembrança as mortes causadas pelas enchentes ao longo dos anos.
A construção demorou 6 anos para ser concluída e ficou 24 meses paradas pela antiga administração, mas a atual situação vem para encerrar os grandes prejuízos causados por alagamentos nas imediações do Paço Municipal “Tancredo Neves”. Como dissemos acima, trata-se da maior obra de drenagem do País. A visão de que havia sobre esse enorme espaço era de um buraco e o início de um túnel. Segundo o prefeito Orlando Morando, “precisava retomar a obra para devolver o urbanismo da cidade e ainda afirmou que é um projeto que fala por si só, é uma obra para salvar vidas e finalizou que gostaria de não precisar utilizar o Piscinão, não presenciar chuvas iguais a de março, mas se precisarem intervenção agora está pronta e conseguimos entregá-la dentro do prazo”, festejou o prefeito.
Para concluir esta obra, foram utilizados o trabalho de 1.031 funcionários que foram homenageados e armazena 220 milhões de litros de água – equivalente a chuvas de até 85 milímetros pelo período de 2 horas. O projeto ainda integra um túnel de 950 metros, 6 metros de diâmetro e 18 metros de profundidade que liga a galeria na Alameda Glória até o Paço Municipal.
O prefeito Orlando Morando afirmou: “se hoje acontecer chuva forte, a água é armazenada e drenada pelas bombas já instaladas em pronta operação”. Agora a atenção do prefeito se volta para a conclusão do Piscinão Jaboticabal, nas divisas de São Bernardo, São Caetano e Capital. Este projeto poderá armazenar pouco mais de 900 mil metros cúbicos de águas pluviais. A obra do Piscinão consumiu R$ 353 milhões – R$ 204 milhões da União – R$ 148 milhões de contrapartida municipal, em parceria com o banco CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina). Depois de ter passado por auditoria, no mês de março de 2018, a conclusão da obra foi feita pelo Consórcio Centro Seco (formado pela OAS e Serveng Civilsan).
Após devolver ao povo aquilo que lhe pertenceu um dia, o prefeito Orlando Morando só poderia festejar com magnífico show na esplanada do Paço. Parabéns!

Categoria do Artigo:
Editorial · Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.