maio 28, 2016
719 Views
0 0

Quando bate o desespero começa a agressão

Written by

Para quem leu as declarações do nobre vereador Julinho Fuzari, pôde sentir o destempero do parlamentar. A falácia deste tipo do vereador Fuzari, só nos leva a conclusão de que estão desesperados e se valendo de algumas inverdades a respeito da política tupiniquim. O ex-prefeito William Dib, por exemplo, desligou-se totalmente da parceria com o Orlando Morando logo após as eleições de 2008 e ainda apoiou Manente para Deputado Estadual. Hoje é um porteiro recepcionista do comitê do Alex recebendo pessoas do meio político. O candidato Alex Manente sempre mostrou que não tem fidelidade partidária, tanto é verdade que ele e o pai apoiaram Luiz Marinho no segundo turno das eleições de 2008 e colecionam fotos em companhia de Marinho e do Lula, o presidente tido como representante do povo que faliu o Brasil, que à nossa óptica já deveria estar preso. É importante citar que Manente foi premiado pelo Luiz Marinho com uma e secretaria e cargos na prefeitura (sic). A mídia também mostra que o senhor Spinelli, mantem apoio a políticos de esquerda no Grande ABC. Agora, citar que Alex Spinelli Manente fez um grande trabalho no impeachment da presidente Dilma é brincadeira. Pelo que todos perceberam, a intenção do parlamentar era sair na foto ao lado do presidente da mesa da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, prova disso são os selfs que circulam pelas redes sociais. Diga com quem andas e te diremos quem és. Já o deputado e pré-candidato a prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, vem levando uma campanha pacífica, tranquila, próprio daqueles que tem no passado história, que nos leva aos bons tempos de São Bernardo. Só ele, ao ver do escriba, poderá pacificar a cidade e devolver o crescimento, a volta dos empregos e as grandes obras públicas; terminando inclusive aquelas que o PT afundou o município. A liderança não se impõe aos gritos, um grande líder, se torna naturalmente. O Marcelo Lima é um homem inteligente e um excelente vereador. Perde, o vereador Julinho Fuzari, uma grande oportunidade de ficar calado e não ser taxado de “marionete” de seu chefe político. Orlando Morando jamais precisou ou precisa de ídolo, pois ele é o próprio ídolo. Quanto aos ex-prefeito Mauricio Soares (PHS), o que dizer de uma pessoa que fora prefeito desta cidade por quatro vezes. Achamos que não precisa nenhuma apresentação, o povo são bernardense conhece de sobra a atuação exemplar deste probo homem público.

Article Categories:
Editorial

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.