Home / Editorial / Santo André retoma criação de empregos e tem melhor desempenho entre as cidades do ABC

Santo André retoma criação de empregos e tem melhor desempenho entre as cidades do ABC

Dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, mostram sinais de retomada na criação de empregos em Santo André. Segundo o levantamento, entre janeiro e agosto deste ano a cidade apresentou a melhor recuperação de postos de trabalho no ABC, com saldo positivo de 494 vagas. O número é quase 10% superior ao saldo de São Caetano, segundo município que mais evoluiu no mesmo período. Das sete cidades da região, quatro tiveram saldo negativo de emprego, ou seja, demitiram mais do que contrataram nos oito primeiros meses do ano. Santo André está entre as três cidades que tiveram saldo positivo. Somente em agosto a cidade gerou 137 vagas de emprego no total. Os números mais expressivos são os da indústria de transformação e da construção civil. Ambos geraram 72 vagas de empregos no mês passado e apresentaram o melhor desempenho do setor no ABC. No caso da indústria, os segmentos que apresentaram maior acréscimo foram as indústrias de alimentos e bebidas, borracha e têxtil. Ao todo, o ABC gerou em agosto 451 novos postos de trabalho. Após sequência de 30 meses com resultados negativos, quando perdeu mais de 89 mil empregos formais entre outubro de 2014 e março de 2017, os últimos 5 meses registraram uma leve recuperação de 3.403 postos de trabalho. Ainda assim, no acumulado de 2017, a região ainda registra perda de 945 empregos formais. Exportações – Pela primeira vez em um ano, Santo André voltou a apresentar números de exportação superiores aos de importação. Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), o saldo da balança comercial no mês passado ficou positivo devido ao grande volume de exportação de Bens Intermediários (insumos industriais, peças e acessórios de equipamentos de transporte), com um volume de 300 milhões de dólares (US$) em exportação contra US$ 236 milhões em importação, uma diferença de US$ 64 milhões. A boa notícia pode significar um alento à economia, principalmente no setor produtivo, que tem sofrido com a crise econômica. O desenvolvimento econômico da cidade é uma das prioridades da atual gestão, que segue buscando parcerias com a iniciativa privada para ampliar os resultados do município. Santo André está entre as 100 maiores cidades do país, ocupando o 22º lugar como cidade brasileira com maior desempenho, sendo a 14ª no estado de São Paulo. No IDGM entre 2005 e 2015, a cidade passou da 55ª posição para 33ª em saúde, além do grande salto em segurança, tendo passado da 45ª posição para a 6ª. Com PIB de R$ 28,1 bilhões em 2014, o município está entre as 10 maiores economias do estado.

Leia também...

Juan Moreno Bianchi realiza vernissage na Pinacoteca de São Bernardo do Campo

Por Angélica Kenes Nicoletti A Pinacoteca de São Bernardo foi cenário do vernissage da exposição individual …

Falece ex-vereador Gilberto Frigo

No último dia 18, faleceu o ex-vereador Gilberto Frigo, de São Bernardo, aos 73 anos …

69 cidadãos com espírito autonomista são homenageados hoje às 10h na Edilidade

O poder Legislativo de São Caetano do Sul, outorga hoje (21), no Salão Nobre da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *