banner
mar 26, 2021
1212 Visualizações
0 0

Cicote entrega carta de demissão à Fundação do ABC

Escrito por
banner

Vereador licenciado de Santo André, Almir Cicote (Avante) formalizou carta de demissão do cargo de diretor-geral da Central de Convênios, principal braço da FUABC (Fundação do ABC). Ele exerceu oficialmente a função por 15 dias, e seu posicionamento por adotar medidas de austeridade fiscal no órgão provocou incômodo na cúpula da entidade. O parlamentar afastado minimizou, contudo, a situação, e alegou que o motivo determinante de sua saída foi cumprir nova missão no governo Paulo Serra (PSDB) – o tucano havia indicado o aliado para ocupar o posto dentro do rodízio regional entre as cidades mantenedoras.

“Em decorrência de acontecimentos (anteriores à posse), o prefeito me passou a tarefa de aproximar a cidade da Fundação, minimizar ruídos. Aceitei o desafio, sou movido a isso. Na quinta-feira, no entanto, eu conversei com ele (Paulo Serra), após a última reunião do conselho de curadores (da entidade), e já havia sinalização desde lá atrás para participar diretamente do governo. O prefeito entende que é importante, neste momento de gravidade da pandemia, no qual estamos focados na questão de implantar projetos e programas, criar ambiente tranquilo na cidade. Na minha avaliação, até por conta dos problemas já ocorridos (na Central), achei por bem entregar a carta de demissão e voltar a contribuir com o governo”, sustentou.

Advogado, Cicote chegou a encaminhar demissões de funcionários comissionados na Central de Convênios, sob justificativa de cortar a folha salarial e fazer ajuste de contas, diante do cenário de queda na receita com o iminente desligamento da Prefeitura de São Bernardo do órgão – o município gerido por Orlando Morando (PSDB) prometeu implementar setor independente, autônomo, sem se desvincular da FUABC. Entre as solicitações de exoneração estavam Carla Dias Henklain, então gerente de compras pontuais, pessoa ligada à presidente da Fundação, Adriana Berringer Stephan. O caso causou mal-estar interno. Na última reunião do conselho houve pedido para Cicote formatar novo plano de reestruturação da unidade em 60 dias, e que não poderia tomar decisões sobre admissões e demissões neste período.

“Tomei essa decisão com tranquilidade de gestão, não sou apegado a cargos. Tenho mandato eletivo, gosto de desafios, enfrento os problemas e busco resolver. Essa situação na Central não interferiu (para a saída). Agora, farei relatório aos conselheiros e ao MP (Ministério Público). Fiquei pouco tempo, mas deu para entender como tudo funciona. Se acharem (órgãos envolvidos) que tem que fazer mudanças (terão elementos). Vou apontar minha visão. Tentamos fazer mudanças, principalmente no setor de compras. Houve gritaria desproporcional”, emendou o ex-dirigente, ponderando que a futura missão no governo será definida pelo prefeito depois de retorno de viagem para Brasília. Ele já atuou como superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André).

A FUABC afirmou que recebeu hoje pela manhã a carta de desligamento de Cicote. Frisou que o dirigente alegou “motivos de ordem particular” e já não exerceu as atividades na data de hoje. “Em função do pedido de demissão, a Central passa a ser comandada provisoriamente pela diretora-adjunta (Patrícia Veronesi), conforme organograma institucional.”

Etiquetas do artigo:
· · ·
Categorias de artigos:
Geral
banner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

The maximum upload file size: 20 MB. You can upload: image, audio, video, document, text, other. Links to YouTube, Facebook, Twitter and other services inserted in the comment text will be automatically embedded. Drop file here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bem vindo a Tribuna do ABCD

Tribuna do ABCD