set 2, 2017
1533 visualizado
0 0

Emprego Cidadão de São Bernardo insere mais 20 ex-moradores de rua ao mercado de trabalho

Publicado por:

Orlando Morando discursou ao grupo de ex-moradores de rua

A Prefeitura de São Bernardo lançou, no último dia 29/8, a segunda fase do programa Emprego Cidadão, criado com o objetivo de inserir ex-moradores de rua ao mercado de trabalho, oferecendo oportunidade de recomeço para o público em vulnerabilidade social. Realizado na Central de Trabalho e Renda (CTR), no Centro, o evento oficializou a contratação de 20 pessoas em situação de risco social pela empresa Guima Conseco, especializada em serviços de limpeza, manutenção e administração. Os novos funcionários da Guima receberão salário de R$ 1.078, além de benefícios como vale-refeição e vale-alimentação, totalizando cerca de R$ 1.500 em vencimentos. Os ex-moradores de rua também já receberam carteiras de trabalho assinadas e dados das contas bancárias para movimentação de seus novos salários. Com a contratação, a Guima volta a se destacar como parceira do programa. Em maio, a empresa já havia incorporado 20 pessoas em situação de risco a seu quadro de profissionais, por meio do Emprego Cidadão. “Esse programa mostra que é possível abraçar uma nova oportunidade e deixar o passado para trás. É uma guinada completa na vida, com mais dignidade e longe de coisas destrutivas. Por isso, peço que vocês abracem essa chance com força e escrevam uma nova história em suas vidas e de suas famílias”, discursou o prefeito Orlando Morando ao grupo de ex-moradores de rua. O lançamento da nova etapa do Emprego Cidadão também contou com presença dos secretários de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedesc), Maurício Soares, de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Hiroyuki Minami, além dos ex-moradores de rua contratados pela Guima, que compartilharam suas histórias de vida e as dificuldades enfrentadas no dia-a-dia das ruas. Um dos relatos mais emocionantes foi o do ex-morador de rua Valmir Correia da Silva – contratado pela Guima em maio – que após ser encaminhado à carreira profissional por meio do programa já conseguiu reconstruir sua vida. “Com essa oportunidade consegui sair da situação de rua, passar a experiência e alugar minha casa, conquistando minha independência e tocando minha vida para frente, com novos planos. Não foi fácil, mas é um processo que depende de nós mesmos. Desejo sorte a todos vocês que estão buscando uma vida melhor”, enfatizou o funcionário. Assim como Valmir, outros 14 ex-moradores de rua contratados na primeira fase do programa já foram absorvidos definitivamente pela Guima. “Vim de uma realidade familiar complicada. Trabalhei por muitos anos na construção civil, mas fiquei desempregado e há três anos fui parar na rua. Procurei ajuda na Sedesc e fui muito bem recebido e aconselhado. Foram eles que me indicaram para o programa. Fui privilegiado por Deus e daqui para frente é segurar essa chance e trabalhar”, comemorou Marco Antônio de Oliveira, de 42 anos.

Categoria do Artigo:
Destaque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.