banner
jan 21, 2017
1976 Visualizações
0 0

Prefeito de São Bernardo Orlando Morando lança ampla campanha de combate e prevenção a dengue

Escrito por
banner
O prefeito Orlando Morando lançou, no último dia 19 de janeiro, o programa “São Bernardo Contra a Dengue”, no Centro de Formação de Professores (Cenforpe), no Bairro Planalto

O prefeito Orlando Morando lançou, no último dia 19 de janeiro, o programa “São Bernardo Contra a Dengue”, no Centro de Formação de Professores (Cenforpe), no Bairro Planalto

A Prefeitura de São Bernardo lançou no último dia 19, o programa “São Bernardo Contra a Dengue”, iniciativa que concentra uma série de ações de conscientização e mobilização para o combate a dengue, febre chikungunya e zika vírus, todas transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O ato de lançamento foi realizado no Centro de Formação de Professores (Cenforpe), no Bairro Planalto, e destacou o município como o primeiro da região a intensificar medidas contra a proliferação da doença no período mais crítico: o verão. A iniciativa foi anunciada pelo prefeito Orlando Morando. A Secretaria de Saúde, sob coordenação do Dr. Geraldo Reple Sobrinho, está à frente das ações, a serem realizadas até maio. “O período da chuva veio com força e a temperatura também está acentuada, o que deixa favorável o ambiente para o mosquito. Por isso, a importância da prevenção, extremamente necessária. Precisamos fazer a lição de casa. Nossa ação é fazer com menos e de forma eficiente. E vamos levar para todos na cidade, também as crianças das escolas. Temos de doutrinar este combate”, discursou Morando no ato de lançamento, que também contou com o vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, a titular da Educação, Suzana Decheci de Oliveira. O ato contou com a presença de aproximadamente 1.000 pessoas, entre agentes públicos, demais servidores públicos. O chefe do Executivo assinou um decreto (9.523/19/01/2017) instituindo um comitê executivo para responder pelo programa. Para o Dr. Geraldo Reple, a iniciativa deste porte precisa ser tratada com austeridade. “Não podemos bobear com suspeitas. É uma guerra e que não podemos deixar a cargo somente dos agentes públicos, tem de envolver a todos. O processo educativo é diário e se não fizermos o diferencial será um verdadeiro drama. Cada informação e atitude trazem ganhos fundamentais”, pontuou. Com os lemas “Acabar com mosquito é um dever de todos” e “Quando a população participa, o resultado aparece”, a campanha vai contar com a participação de todos os setores da nova gestão em São Bernardo. Para isso, foi instituída uma comissão para liderar as atividades. Em cada secretaria será formado um comitê, que estará integrado com as principais ações. O objetivo da campanha é mobilizar toda comunidade e alertar a população a adotar comportamentos cotidianos, como limpar os quintais, colocar areia nos vasos de plantas, fechar o lixo com saco plástico, entre outras iniciativas que buscam reduzir os criadouros do mosquito Aedes aegypti. A estratégia enfatiza também a importância do reconhecimento dos sinais e sintomas da doença pela população e a necessidade de acompanhamento por um profissional de saúde dos casos suspeitos. Com formato educacional e informativo, a campanha é dirigida aos professores, agentes de saúde, gestores municipais, educadores, profissionais de saúde, crianças e à população em geral. Abordagem – A Prefeitura deu ênfase em distribuir materiais com as principais orientações de como manter os ambientes sem o acúmulo de água, para evitar a presença do inseto.  A dengue é uma doença viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti foi identificada pela primeira vez em 1986. Estima-se que 50 milhões de infecções por dengue ocorram anualmente no mundo. Ainda não existe vacina ou medicamentos contra dengue. Portanto, a única forma de prevenção é acabar com o mosquito, mantendo o domicílio sempre limpo, eliminando os possíveis criadouros. Roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia, quando os mosquitos são mais ativos, proporcionam alguma proteção às picadas e podem ser adotadas principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas também podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo. A Prefeitura também coloca disposição um canal direto pelo 0800-195565 para mais informações sobre a campanha e denúncias de casos.

Categorias de artigos:
Cotidiano · Destaque
banner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

The maximum upload file size: 20 MB. You can upload: image, audio, video, document, text, other. Links to YouTube, Facebook, Twitter and other services inserted in the comment text will be automatically embedded. Drop file here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bem vindo a Tribuna do ABCD

Tribuna do ABCD