banner
jul 7, 2018
1889 Visualizações
0 0

Prefeito Orlando Morando zera a fila de espera para tratamento de Equoterapia

Escrito por
banner

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, anunciou nesta quarta-feira (04/07) a realização de mais um planejamento concluído na Saúde do município. Trata-se do fim da fila de espera para o tratamento de Equoterapia – método terapêutico e educacional onde se utiliza o cavalo no processo de reabilitação para pessoas com comprometimentos físicos ou mentais. Cerca de 180 atendimentos, entre adultos e crianças, serão realizados semanalmente, no Centro Municipal de Equoterapia da cidade, localizado na Avenida Wallace Simonsen, 1.750, no bairro Nova Petrópolis. Para solucionar a espera e oferecer um atendimento especializado, o município contratou uma empresa, que ficará responsável pelo fornecimento dos cavalos, manejo, manutenção do espaço e também de todos os equipamentos, que serão utilizados durante a terapia. O valor do vínculo foi firmado em R$ 24.369,42 por mês, com vigência de 12 meses. Acompanhado do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, e da coordenadora do Centro. Especializado em Reabilitação (CER), Renata Rocha, o chefe do Executivo visitou o local e conversou com todos os pais e pacie-ntes.“Temos um espaço apropriado, com estrutura e profissionais especializados. Iremos atender todos os 100 pacientes que estavam aguardando na fila de espera. Um tratamento como este, por meios particulares, custa em média, R$ 400 cada sessão”, ressaltou o prefeito. A equoterapia é um método exitoso em pacientes com síndrome de Down, paralisia cerebral, derrame, esclerose múltipla, hiperatividade, autismo, entre outras. São Bernardo é a única cidade da região a ter estrutura própria para oferecer o serviço. O responsável pela pasta de Saúde, Dr.Geraldo Reple, apontou que além dos benefícios médicos, o contato com os animais, pode fazer total diferença na evolução do usuário. “O simples fato de tirar esses pacientes de casa e aproximar eles dos cavalos, já demonstra resultados fantásticos. Os animais têm o poder de acalmar e as vezes, com um toque ou uma volta de adaptação já conseguimos notar melhoras e evoluções”, explicou Reple. Para o tratamento, os pacientes serão avaliados no Centro Especializado em Reabilitação e nos Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e encaminhados para o centro municipal. A terapia será realizada por três fisioterapeutas especialistas em equoterapia, uma terapeuta ocupacional e cinco auxiliares de pista.

 

Categorias de artigos:
São Bernardo do Campo
banner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

The maximum upload file size: 20 MB. You can upload: image, audio, video, document, text, other. Links to YouTube, Facebook, Twitter and other services inserted in the comment text will be automatically embedded. Drop file here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bem vindo a Tribuna do ABCD

Tribuna do ABCD