maio 13, 2017
1403 visualizado
0 0

São Bernardo debate Programa de Regularização Tributária

Publicado por:

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, apresentou, no último dia 10, o Programa de Regularização Tributária (PRT) a contabilistas da cidade, em café da manhã realizado na sede da Associação Comercial e Industrial de São Bernardo do Campo (Acisbec). A atividade também contou com a presença do presidente do Conselho Regional de Contabilidade, Gildo Freire de Araújo, e do vice-presidente da Acisbec, Valter Moura Júnior. Durante o evento, o chefe do Executivo expôs as vantagens do programa e convidou os participantes a divulgarem a ação, que oferece desconto de 100% de juros moratórios e multas para quem pagar à vista ou parcelar, em até três prestações sucessivas e iguais, com vencimento da primeira parcela no ato do requerimento. Logo no primeiro dia, a Administração garantiu a adesão de 59 acordos de negociação. “Será o único programa de incentivo que teremos neste mandato, porque não é justo com a pessoa que paga seus impostos em dia. Por isso, quem tem dívida tem que aproveitar até o dia 2 de agosto, porque não haverá outra oportunidade por um longo período”, destacou Morando. O prefeito também enfatizou o emprenho da nova gestão em cortar desperdícios e qualificar o gasto público, com medidas como corte de cargos comissionados, revisão de contratos e negociação de dívidas. “As pessoas se unem na crise e não na abundância. Ninguém tem dúvidas do tamanho da crise que o País está e por isso fizemos todos os cortes possíveis e em 100 dias cortamos R$ 102 milhões de gastos, com redução de cargos comissionados, entre outras medidas”, completou o prefeito. A atual gestão de SBC herdou dificuldades financeiras deixadas pelo governo antecessor. Além de R$ 200 milhões em restos a pagar, há também um alto índice na dívida ativa, em torno de R$ 3,9 bilhões. Ou seja, pouca eficiência no recolhimento de impostos. Em 2009, o valor era de R$ 1,5 bilhão. No comparativo, o montante mais que dobrou.

Categoria do Artigo:
Editorial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.