banner
dez 15, 2020
877 Visualizações
1 0

Técnico do São Bernardo, Marcelo Veiga morre aos 56 anos por causa da covid-19

Escrito por
banner

O futebol brasileiro está de luto. Morreu, na tarde desta segunda-feira (14), o técnico Marcelo Veiga, que vinha comandando o São Bernardo Futebol Clube na Copa Paulista e é considerado um dos grandes nomes da história do Bragantino.

O treinador, de 56 anos, foi mais uma vítima da pandemia do novo coronavírus. Um surto atingiu o time do ABC no mês passado. Por isso, desde meados de novembro, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Bragança Paulista.

As informações dão conta de que Veiga teria contraído a doença e ficado vários dias em casa. Só depois foi encaminhado, por um médico amigo, Alexandre Moreira, à Santa Casa de Bragança Paulista. Quando o caso se agravou, a direção do São Bernardo contratou um médico particular e conseguiu suporte do Hospital Albert Einstein, da Capital, referência no Brasil.

Natural de São Paulo, Marcelo Veiga tem passagens por inúmeros clubes paulistas enquanto treinador, como Francana, São Caetano, Portuguesa, Guarani e Mogi Mirim, além de ter trabalho em times do Norte-Nordeste como Ferroviário-CE, América-RN e Remo.

No entanto, a história de Marcelo Veiga está diretamente ligada ao Bragantino. Foram mais de 500 jogos e feitos importantes, como o título do Campeonato Brasileiro da Série C em 2007. Ainda no Interior paulista, foi campeão brasileiro da Série D de 2015 com o Botafogo.

Como jogador, o lateral-esquerdo Marcelo Veiga – que também podia atuar como lateral-direito – defendeu times como Santos, Santo André, Internacional e Goiás. Ficou conhecido por ter feito o gol do título cearense do Ferroviário, em 1988.

Veiga vinha desenvolvendo bom trabalho no São Bernardo durante a temporada. Foi semifinalista da Série A2, perdendo o acesso ao Paulistão para o São Bento com o placar de 3 a 2 no agregado após duas partidas. Na Copa Paulista, o time – que vem sendo comandado pelo auxiliar técnico Sérgio Ricardo nos últimos jogos – está na semifinal. No jogo de ida, no Primeiro de Maio, empatou por 1 a 1 com a Portuguesa. Marcelo Veiga comandou a equipe apenas na 1ª rodada, no dia 4 de novembro, no empate por 1 a 1 diante do Juventus.

“Neste momento de luto e tristeza, o clube se solidariza com os familiares e amigos do treinador. Marcelo Veiga faz parte da história do Massa Bruta, tendo sido o técnico que mais vezes comandou a equipe até hoje. Foram nada menos que 516 jogos em seis passagens pelo clube. Foi sob o comando dele que o time conquistou o Brasileiro da Série C, em 2007. Seu legado e importância são inegáveis para o clube, que deseja muita força aos amigos e familiares, e uma passagem de luz e paz ao treinador. Obrigado, Veiga!”, publicou o Bragantino.

O São Bernardo também lamentou a morte do treinador. “Pela primeira vez na história, o São Bernardo chegou em duas semifinais de competição no mesmo ano, e você (Veiga) tem participação direta em tudo isso. Que Deus conforte o coração de seus familiares e de seus vários amigos espalhados pelo mundo do futebol. Descanse em paz, professor Veiga…”, diz a nota do clube.

O Guarani, comandado por Veiga entre 2014 e 2015, também lamentou a morte do técnico. “Aos familiares e amigos, o Guarani Futebol Clube envia seus mais sinceros sentimentos pela perda irreparável do grande profissional e pessoa irretocável.”

Etiquetas do artigo:
· · · · ·
Categorias de artigos:
São Bernardo do Campo
banner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

The maximum upload file size: 20 MB. You can upload: image, audio, video, document, text, other. Links to YouTube, Facebook, Twitter and other services inserted in the comment text will be automatically embedded. Drop file here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bem vindo a Tribuna do ABCD

Tribuna do ABCD