set 12, 2020
699 visualizado
0 0

Ex-prefeito Antônio José Dall’Anese falece em São Caetano do Sul aos 86 anos de idade

Publicado por:

O inesquecível Antônio José Dall’Anese e seu amigo Pedroso

Faleceu no último dia 9, Antônio José Dall’Anese. Dall’Anese nasceu em 2 de fevereiro de 1934 em Bragança Paulista, era filho de João Dall’ Anese e Catharina Michelini Dall’Anese.
Foi empresário como diretor comercial da Metalúrgica Dall’Anese que exportava produtos de sua fabricação para a América do Sul e para a Alemanha. Foi um dos fundadores do extinto São Caetano Atlético Clube, juntamente com seu amigo Antonio Julio Pedroso de Moraes e mais uma plêiade de pessoas influentes da sociedade sulsancaetanense. Dall’Anese foi presidente no Clube Atlético Tamoyo e sagrou-se campeão amador de São Caetano.
Nos anos 90 entrou para a política sendo através da Arena quando foi eleito vereador pela primeira vez com 2.743 votos. Voltou a candidatar-se em outras oportunidades sendo eleito vereador. Disputou a prefeitura de São Caetano do Sul pelo PTB em 1992 apoiado pelos prefeitos Hermógenes Walter Braido e Luiz Olinto Tortorello, exerceu o cargo de prefeito de 1993 a 1996.
Dall’Anese estava internado desde o último dia 4 no Hospital Beneficência Portuguesa. Sua gestão ficou mar-cada pela criação da Festa Italiana, em 1993, no bairro Fundação, um dos eventos mais tradicionais da cidade. “Meu pai foi um grande homem, um grande prefeito. Vai fazer falta”, disse Janete Dall’Anese, uma das filhas do ex-prefeito.
O político era viúvo de Ida Martha Dall’Anese, que faleceu em novembro de 2017. Do casamento com Martha nasceram, além de Janete, Renato (que faleceu em 2007, vítima de câncer) e Luiz. Era avô de Bruno, Ana Júlia e Ana Beatriz. “É com muita tristeza que nos despedimos do sempre prefeito de São Caetano, Antônio José Dall’Anese, que faleceu no último dia 9.
Dall’Anese teve uma vida pública longínqua, comandando São Caetano no período de 1993 a 1996, e foi em sua gestão a primeira edição da tradicional Festa Italiana, em 1993. Meus sinceros sentimentos para toda a família. São Caetano está de luto”, declarou Auricchio, em suas redes sociais. O presidente da Câmara de São Caetano do Sul, Pio Mielo (PSDB), também manifestou condolências. “Com certeza perdemos uma referência política. Um ser humano sem precedentes reconhecido por todos que tiveram a oportunidade de estar ao seu lado. Nossas condolências para todos os familiares, amigos e população de São Caetano pela perda incalculável. Descanse em paz.” O seu amigo de mais de 50 anos e diretor deste jornal, jornalista Antonio Julio Pedroso de Moraes, lamentou o falecimento de Dall’Anese com quem conviveu por longos anos tendo inclusive participado de sua campanha para vereador em diversas ocasiões e para prefeito. “Dall’Anese era uma pessoa simples, meio tímido mas gostava de fazer amizades e principalmente do jogo de um carteado. Muitos foram os jogos do Tamoyo em que viajavam juntos para prestigiar o Clube. Dall’Anese deixa muita saudade. Descanse em paz.” Seu corpo foi sepultado no Cemitério da Cerâmica.

Categoria do Artigo:
São Caetano Do sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.