jul 5, 2020
76 visualizado
0 0

Em São Bernardo, tecnologia auxilia a desinfecção de ambientes hospitalares

Publicado por:

Prefeitura recebeu doação de oito aparelhos, avaliados em R$ 100 mil, para reforçar sanitização dos Hospitais de Clínicas, Novo Anchieta e de Urgência

A tecnologia vem sendo uma importante aliada da Prefeitura de São Bernardo no combate ao Coronavírus. Além dos tradicionais métodos de higienização de ambientes, os Hospitais de Clínicas, Novo Anchieta e de Urgência ganharam reforço na desinfecção do ar de enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) com a instalação de equipamentos específicos, capazes de eliminar microorganismos causadores de doenças por meio de luz ultravioleta.

Os aparelhos desenvolvidos para desinfetar ambientes foram doados à Prefeitura de São Bernardo pela empresa Biolambda. No total, são oito equipamentos, avaliados em R$ 100 mil, com capacidade para desinfecção aproximadamente 500 m³ de ar por hora. Eles foram instalados em três hospitais da rede municipal: Hospital de Clínicas, Novo Hospital Anchieta e Hospital de Urgência, sendo os dois últimos exclusivamente dedicados ao atendimento de pacientes acometidos pela Covid-19.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, agradeceu a doação e ressaltou a importância do trabalho alinhado com a iniciativa privada no enfrentamento da pandemia. “Neste momento, toda iniciativa e doação são bem-vindos. Quem mais ganha com isso são os nossos pacientes e também os profissionais de Saúde, que estão na linha de frente desta luta diária contra o Coronavírus”, destacou.

De acordo com o secretário de Saúde de São Bernardo, Dr. Geraldo Reple Sobrinho, a nova tecnologia vem somar ao tratamento de qualidade já ofertado na Saúde do município. “Os aparelhos são ideias para tratar o ar de ambientes fechados e com grande circulação de pessoas, e podem ficar ligados ininterruptamente, já que não configura uma tecnologia invasiva ou prejudicial ao ser humano. Vai agregar muito ao nosso Complexo Hospitalar”, detalhou.

COMO FUNCIONA – O aparelho funciona como um condicionador de ar, que é sugado, descontaminado por meio da irradiação de luzes ultravioletas, e devolvido ao ambiente livre de bactérias, vírus e outros microrganismos. Ao entrar em contato com os microorganismos, a luz ultravioleta induz reações químicas que bloqueiam a proliferação de vírus ou bactérias, inativando-os ou matando-os.

Categoria do Artigo:
São Bernardo do Campo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.