banner
maio 28, 2020
1118 Visualizações
2 0

Feriados antecipados não aumentam isolamento nas cidades do Grande ABC

Escrito por
banner

Os feriados antecipados dos últimos dias não trouxeram resultados efetivos para o Grande ABC. Diferentemente do que aconteceu na Capital, que chegou a registrar 57% da população cumprindo isolamento físico, por aqui, nas seis cidades monitoradas pelo governo do Estado – Rio Grande da Serra não entra na lista – os números não foram animadores.
Em três municípios – Diadema, Mauá e Ribeirão Pires – as taxas de sexta-feira, para quando foi antecipado o feriado de Corpus Christi – que seria no dia 11 de junho –, foram menores do que na sexta-feira anterior, dia 15. Foram registrados 47%, 46% e 49%, respectivamente, contra 51%, 50% e 58% sete dias antes.

De forma geral, a cidade menos isolada do Grande ABC no feriadão prolongado foi Diadema, que não ultrapassou 50% em nenhum dia (veja o desempenho dos municípios na tabela acima). Segundo estudos do governo do Estado, a taxa mínima para evitar restrições ainda mais severas na circulação são de 60% e o ideal, 70%. A cidade teve 47% na sexta, subiu para 48% no sábado, para 50% no domingo, mas voltou para 48% na segunda-feira, quando foi celebrado o Dia da Revolução Constitucionalista de 1932, que seria lembrado no dia 9 de julho.
As demais cidades do Grande ABC tiveram rendimento um pouco melhor do que Diadema, mas longe do que é esperado pelo Estado. Até mesmo Ribeirão Pires, que vinha se destacando no quesito, despencou para taxas medianas.

O psicólogo André Correia, de São Bernardo, disse que é preciso colaboração coletiva para que o isolamento físico dê certo e a população não estava preparada para isso. “A pessoas que ainda não compreenderam essa questão do isolamento como fato real, necessário. Talvez veja isso como motivador para andar de bicicleta e fazer caminhada. É uma situação muito delicada, pois nunca passamos por isso. Não somos maduros dentro deste conceito, tanto da compreensão coletiva quanto da quarentena. Nossa primeira experiência está sendo muito dolorosa. Estamos sendo postos à prova sem nenhuma experiência. Então, a gente tem ainda alguns sofrimentos para passar, infelizmente, até que a gente tenha compreensão do conceito real”, explicou.

Correia avalia que é compreensível que as pessoas que estejam passando por necessidades saiam à rua e que nem o feriado é capaz de frear isso. “As pessoas que estão quebrando o isolamento e precisam trabalhar têm questão inconsciente de sobrevivência que é muito mais forte. Quando se coloca fora desse contexto, se falamos de feriado, todo mundo para de trabalhar porque quer descansar e ficar em casa. Neste momento as pessoas estão preocupadas e se o Grande ABC não teve feriado prolongado produtivo no que diz respeito ao isolamento físico, o mesmo não se pode dizer das ações programadas pela Polícia Militar, algumas incentivadas por reportagens do Diário, como a que denunciou a realização de pancadões em plena quarentena. No total, foram 885 ações coletivas da corporação com focos distintos, entre elas algumas preventivas para evitar aglomerações de jovens com carros emitindo som alto.

Apenas da quinta-feira, dia 21, até segunda-feira, a Polícia Militar recolheu 115 veículos que estavam irregulares, autuou 581 motoristas e prendeu em flagrante 29 pessoas. Além disso, os cerca de 1.200 homens da corporação capturaram nove pessoas que estavam sendo procuradas, apreenderam duas armas de fogo e recuperaram 38 veículos que haviam sido roubados. Na questão de tráfico de entorpecentes, foram recolhidos das ruas 4,7 quilos de cocaína, 1,8 quilo de crack e 11,8 quilos de maconha.

De acordo com o comandante do CPAM/6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana 6), o coronel Renato Nery Machado, as ações programadas para o feriado prolongado trouxeram resultados até acima do que eram esperados. “Importante dizer que nossos carros mobilizados para as ações como as que visam prevenir a formação de pancadões não ficam estáticos. Essa mobilidade que nos permite conseguir esse volume de apreensão que foi acima do que havíamos projetado para esse feriado prolongado”, admitiu o comandante. “Ainda conseguimos tirar das ruas nove pessoas que estavam sendo procuradas pelo mais diferentes crimes. Uma colaboração muito grande de todas as pessoas envolvidas nas 885 operações que programamos”, elogiou o comandante Nery.

Categorias de artigos:
Geral
banner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

The maximum upload file size: 20 MB. You can upload: image, audio, video, document, text, other. Links to YouTube, Facebook, Twitter and other services inserted in the comment text will be automatically embedded. Drop file here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bem vindo a Tribuna do ABCD

Tribuna do ABCD