fev 6, 2021
147 visualizado
0 0

Novo equipamento de Cultura integra alunos das Escolas Livres de Santo André

Publicado por:

O prefeito Paulo Serra vistoriou A Casa, novo equipamento da Secretaria de Cultura, instalado na Avenida Industrial. O local funcionará como um espaço voltado para a integração dos alunos das Escolas Livres de Cinema e Vídeo (ELCV), de Teatro (ELT) e de Dança (ELD). Na oportunidade o prefeito Paulo Serra estava acompanhado da Secretária de Cultura, Simone Zárate, a secretária adjunta de Cultura, Azê Diniz, o vice-prefeito Luiz Zacarias, e do Secretario de Manutenção e Serviços Urbanos, Vitor Mazzetti. A Casa funciona na antiga sede administrativa da fábrica que ocupava o terreno, a IAP Copas. Parte do terreno (aproximadamente 2.832 m²) e o prédio já reformado serão cedidos à Prefeitura de Santo André pela empresa responsável pela construção do complexo Cidade Viva, a Cury Construtora e Incorporadora – Azcon Construções e Empreendimentos, como contrapartida pela instalação de um conjunto de apartamentos no local. A obra tem entrega prevista para abril deste ano. “Esse equipamento na avenida Industrial veio como contrapartida para a cidade, por meio da iniciativa privada, com investimento de R$ 3,5 milhões. Será um espaço adequado, feito sob medida para as atividades culturais das nossas Escolas Livres e, assim, contribuirá para a manutenção do protagonismo que Santo André historicamente tem na produção cultural e das Escolas Livres, que são tão tradicionais”, disse Paulo Serra. O prefeito acrescentou que A Casa é mais uma ação para a recuperação da região da avenida Industrial, que já foi tão degradada, mas que está tomando nova forma. Reforma – O prédio que abrigará A Casa foi construído nas décadas de 1950/60 e, por isso, há um processo solicitando a abertura de estudo de tombamento que será deliberada pelo Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico-Urbanístico e Paisagístico de Santo André (Comdephaapasa). Após a reforma contará ainda com nove salas de aulas práticas com áreas que variam de 55 m² a 100 m², além de sala de aula teórica, biblioteca, estúdio de gravação. Os usuários terão ainda à disposição áreas comuns como banheiros acessíveis, secretaria, sala de coordenação e administração, entre outros. Os trabalhos foram acompanhados pela Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos. “A Casa será um local privilegiado para a criação artística. Além de integrar as Escolas Livres, abrigará o Núcleo de Formação em Gestão e Políticas Culturais previsto no Sistema Municipal de Cultura”, concluiu a secretária de Cultura Simone Zárate.

Categoria do Artigo:
Santo André

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.