banner
out 30, 2021
603 Visualizações
0 0

Prefeitura de Santo André realiza força-tarefa de cirurgias eletivas do programa “Saúde Fila Zero”

Escrito por
banner

Dando continuidade ao programa Saúde Fila Zero, a Prefeitura de Santo André iniciou mais uma importante força-tarefa. Desta vez, os esforços são para normalizar a fila de espera por cirurgias eletivas que foram geradas durante o período mais crítico da pandemia. “Depois de grandes esforços para conter a pandemia e com mais de 90% da população adulta imunizada contra Covid-19, estamos finalmente conseguindo colocar a casa em ordem e voltar, com gestão e planejamento, ao normal. Com isso, mais uma vez o programa Saúde Fila Zero está em operação para regularizar a agenda das cirurgias eletivas de diversas especialidades que se formaram no período mais crítico da pandemia”, destacou o prefeito Paulo Serra. Com a ação, a expectativa é atender cerca de 4 mil pessoas que aguardam para realizar procedimentos no CHM (Centro Hospitalar Municipal). As especialidades vascular, urologia, proctologia, cabeça e pescoço e bucomaxilofacial já tiveram as agendas normalizadas. As especialidades de cirurgia geral e cirurgia plástica, que possuem maior quantidade represada, devem ser normalizadas até dezembro deste ano. “Os pacientes estão sendo preparados, passando por avaliação do cirurgião e do anestesista para que possamos zerar até dezembro toda fila de espera por cirurgia. Com essa iniciativa, o município recoloca em prática o programa Saúde Fila Zero. Já houve a primeira edição desse projeto em que as filas foram zeradas em 100 dias cirúrgicos, mas infelizmente, devido à pandemia, uma nova fila foi formada”, pontua o diretor do Núcleo Executivo de Urgência e Emergência e Atenção Hospitalar, Victor Chiavegato. Mesmo durante o período mais crítico da pandemia, as cirurgias de emergência não foram suspensas, tanto no Centro Hospitalar Municipal como no Hospital da Mulher. As cirurgias eletivas estão sendo agendadas conforme a ordem dos encaminhamentos, respeitando a gravidade da patologia. Segundo o Dr. Ricardo Czech, novos protocolos foram adotados durante a pandemia para garantir a segurança das pacientes e da equipe médica. Além disso, caso haja alguma suspeita em paciente já internada, é realizado o teste do antígeno Covid, com resultado imediato. Se estiver tudo normal com a paciente, as cirurgias são realizadas. São procedimentos relativamente rápidos, com duração de 40 minutos até duas horas, e as pacientes têm alta no mesmo dia ou no dia seguinte. Para que as cirurgias sejam realizadas há o empenho de uma equipe multidiciplinar composta por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, técnico de sala, psicólogos, assistentes sociais, anestesistas e equipe de gestão do cuidado, que fazem o rastreio epidemiológico.

Categorias de artigos:
Santo André
banner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

The maximum upload file size: 20 MB. You can upload: image, audio, video, document, text, other. Links to YouTube, Facebook, Twitter and other services inserted in the comment text will be automatically embedded. Drop file here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bem vindo a Tribuna do ABCD

Tribuna do ABCD