abr 15, 2020
494 Visualizações
1 0

Escritor Rubem Fonseca morre aos 94 anos

Escrito por
banner

Autor de livros como ‘Agosto’ e ‘Feliz Ano Novo’, vencedor do prêmio Camões, escritor era considerado um dos mais importantes nomes da literatura brasileira

O escritor Rubem Fonseca morreu nesta quarta-feira, 15, aos 94 anos, vítima de um enfarte, em seu apartamento no Rio de Janeiro. Ele chegou a ser levado para o hospital Samaritano, mas já chegou sem vida.

Autor de romances como Agosto e Feliz Ano Novo, Fonseca foi vencedor do prêmio Camões em 2003 e é considerado um dos principais nomes da literatura brasileira.

Seu mais recente trabalho foi o livro Carne Crua, de 2018, que reuniu contos inéditos. Sua obra é publicada no Brasil pela Nova Fronteira, selo da Ediouro.

Rubem Fonseca na verdade nasceu em Juiz de Fora, Minas Gerais, e antes de incursar pela literatura se formou em Direito na UFRJ e construiu uma carreira de seis anos na polícia civil, como comissário, em São Cristóvão.

Fonseca estreou na literatura em 1963, com o livro de contos Os Prisioneiros. Depois veriam os seus livros mais conhecidos, que o consagraram como escritor de literatura policial. Lúcia McCartney, O Caso Morel, A Grande Arte e Agosto, que foi adaptado pela TV Globo, em minissérie homônima nos anos 1990.

Diversos diretores versaram para o cinema outros livros de Fonseca, como: Relatório de Um Homem Casado, de Flávio Tambellini, que também adaptou Bufo & Spallanzani, Lúcia McCartney – Uma Garota de Programa, de David Neves, A Grande Arte, de Walter Salles Jr., e O Cobrador, de Paul Leduc. Além disso, Fonseca fez os roteiros dos longas Stelinha, de Miguel Faria e A Extorsão, de Flávio Tambellini.

Fonseca venceu cinco vezes o prêmio Jabuti de contos, pelos livros Lúcia McCartney (1969), O Buraco na Parede (1995), Secreções, Excreções e Desatinos (2001), Pequenas Criaturas (2002) e Amálgama(2014). Na categoria de romance, ele venceu apenas uma vez, com A Grande Arte (1983), mas um de seus mais reconhecidos romances é Agosto, narrativa histórica que conta os eventos que culminaram no suicídio do ex-presidente do Getúlio Vargas em agosto de 1954.

Categorias de artigos:
Geral
banner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

The maximum upload file size: 100 MB. You can upload: image, audio, video, document, text, other. Links to YouTube, Facebook, Twitter and other services inserted in the comment text will be automatically embedded. Drop file here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bem vindo a Tribuna do ABCD

Tribuna do ABCD